“Porquê sempre os mesmos?” um desabafo que virou ação, e o resultado é surpreendente: um aluno que brilhou sem ninguém estar à espera!

Esta é a 3.ª História que aconteceu mesmo, contada pela Ana, gestora de operações da Teach For Portugal. São 8 vídeos, 8 pequenas histórias, que queremos trazer até ti como o nosso melhor presente de 2020.

 

Por escrito:

Autora: Margarida Ramirez

A escola recebe um convite para integrar um projeto internacional. É preciso criar uma equipa de inclua alunos para o operacionalizar. O óbvio é pensar nos alunos “óbvios”, com valores e formas de estar naturalmente mais próximos dos da escola.

Vou para casa a remoer: porquê sempre os mesmos? Porquê sempre aqueles que menos precisam de ser mais estimulados? Tinha uma vontade: convidar e envolver outros alunos. Assim o fiz.

À primeira abordagem ficaram logo bastante entusiasmados com o tema da Sustentabilidade. No entanto, falharam a primeira reunião e ouvi comentários como: “Pois, estes meninos, sabes como é… É complicado.” Mesmo assim, convidei-os para a reunião seguinte.

Um deles apareceu e participou com muito entusiasmo. Mas confesso que não esperava aquilo que vimos depois: O aluno não só nunca mais faltou, como aponta tudo, não falha datas de entrega combinadas, pede para que reunamos mais vezes e representou a escola num evento internacional. O seu entusiasmo é tanto que nos tem contagiado a todos.

Era o gatilho que lhe faltava para podermos ver o brilho nos seus olhos. Mostrámos confiança, e ele acreditou mais nele!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *