https://www.youtube.com/watch?v=3KoclRDX3CM

E assim começou! No evento de lançamento contámos com mais de 120 convidados, todos comprometidos com a mudança na educação em Portugal. Contámos com a participação de alunos e professores, bem como entidades parceiras do sector público e privado. Ao aprofundar a compreensão da desigualdade educativa – o que é, como se manifesta e quais as suas causas – promovemos a reflexão sobre o papel de cada um para juntos sermos parte da solução.
Neste dia, tivemos a surpresa da presença do Excelentíssimo Senhor Presidente da República Portuguesa, Professor Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, que nos transmitiu o seu testemunho sobre a importância da educação e os desafios que teremos que ultrapassar:

“Estou aqui porque acredito na Teach For Portugal. Acredito que vai fazer a mudança e mudando a educação, muda Portugal.”

O cofundador e Diretor Geral da Teach For Portugal, Pedro Almeida, na sua intervenção salientou o facto de o estrato socioeconómico impactar de forma dramática o sucesso académico, restringindo assim as escolhas de crianças e jovens que nascem em contextos vulneráveis.
“Uma criança de um meio dito ‘pobre’ tem mais em comum com outra de um meio semelhante em outro país do mundo do que tem com alguém de um contexto melhor dentro do seu próprio país.”
Miguel Moreira Rato, Presidente do Board Teach For Portugal, trabalhou 4 anos como Head of Communications na Teach for All. No seu discurso, referiu o impacto que se espera que a Teach For Portugal venha a ter a curto e médio-prazo e terminou a sua intervenção apelando ao sentido de urgência de todos relativamente à mudança sistémica de que a educação necessita no nosso país.

“Neste momento assistimos em Portugal à entrada dos agentes de mudança no terreno, nas escolas e nas salas de aula. Mas eu tive o privilégio de ver o que é o depois!”

Miguel Moreira Rato falou do impacto que os participantes de outros países tiveram, referindo casos de sucesso. Falou também da visão comum dos participantes de que “nenhuma criança fica trás” acreditámos sempre em todas as crianças e procurando o máximo potencial de cada uma.
Durante o evento de lançamento, realizou-se um debate no qual se pretendia que estivessem representadas perspetivas de diferentes agentes na educação. Moderado por Maria Azevedo, cofundadora da Teach For Portugal, contou com a participação do Manuel, estudante de 15 anos e Pró da Educação no projeto ComParte, do Prof. Manuel António Oliveira, Diretor do Agrupamento de Escolas do Cerco do Porto, Alexandre Homem Cristo, politólogo e investigador das causas do insucesso escolar em Portugal, e Margarida Couto, CEO da Fundação Vasco Vieira de Almeida.

O Manuel, no papel de porta-voz dos alunos, quando questionado sobre que características valorizaria na contratação de um professor caso pudesse escolher, explicou que além das características profissionais, era fundamental o professor criar relações significantes com os alunos e deixou uma mensagem para os participantes Teach for Portugal que estão a entrar nas escolas “é importante trazer o coração para a escola”.

Acreditamos que “um dia, através da educação, todas as crianças em Portugal terão a ambição e a oportunidade de atingir o seu máximo potencial de desenvolvimento, como indivíduos e como cidadãos, empoderados em utilizar o seu potencial de liderança para transformar a sua comunidade e o mundo. E para isso recrutamos jovens profissionais, com forte compromisso social e potencial de liderança, para ensinar a tempo inteiro durante 2 anos nas escolas que servem as comunidades mais desfavorecidas, a fim de impactar significativamente o desempenho escolar, motivações e expectativas das crianças e das suas comunidades, dentro e fora da sala de aula e da escola. Ao fim dos 2 anos, 70% dos participantes continuam a trabalhar no âmbito da equidade e educação.